Neopentecostalismo: nascimento, desenvolvimento e contemporaneidade

R$39,00

ISBN 978-85-66480-53-5

113 p.

O neopentecostalismo é um tema polêmico, desafiante. Escolheu caminhos e métodos questionados pelos outros seguimentos evangélicos. Criticado por áreas da imprensa se envolveu em diversos conflitos: políticos, financeiros e éticos. O que é o neopentecostalismo? Qual sua teologia? Qual a sua ética? O que deseja? Nesta obra Delmo Gonçalves, Teólogo, Psicanalista, Docente e Gestor do Ensino Superior e Mestre em Ciências da Religião analisa tais questões de frente. O autor oferece uma investigação sobre este fenômeno considerando seu nascimento, desenvolvimento e contemporaneidade, propondo uma análise a partir da IURD, seu principal símbolo. Com contundência revela como seu desenvolvimento é fruto de uma postura ousada, em que ao fiel se oferece uma “fé” que o leva a se sentir alguém capaz de conquistar o mundo. Sua mensagem alcança o popular numa linguagem afetiva, que agrega a si pessoas de vários credos. Este é o neopentecostalismo, religião da pluralidade, popularizando-se e se fazendo espaço em espaços outros. Penetra diversos ambientes, numa nova “versão cristã”, num esvaziamento ético que rompe com a velha mensagem da cruz protestante. Através da mídia cresceu e se fortaleceu numa lógica possuidora de elementos emergenciais com ênfase no sucesso pessoal e na prosperidade, sua fonte teológica. Trata- se de uma religiosidade antropocêntrica feita para não se permitir reflexão.Uma religião de resultados! Constrói sua razão a partir da possibilidade de responder aos anseios humanos. Tem como razão a vitória e o sucesso, e isto justifica tudo. Tal pressuposto lhe permite uma ética religiosa que aceita o imponderável e imprevisível. Assim é o neopentecostalismo, um mundo estratégico, feito para seduzir.